Espetáculo - O convidador de Pirilampos
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Neste espetáculo, vamos ver e ouvir um menino que gostava de passear na Floresta Grande, “mesmo quando já fazia quase-escuro”.

É um menino muito curioso, que gosta de “cientistar” coisas, verbo que designa o que os cientistas e os inventores e as crianças fazem: estudam, pesquisam as coisas, os animais, o mundo.

Este menino inventou, um “aumentador de caminhos” e um “convidador de pirilampos”. E, de caminho, vai aprender a ser amigo do escuro.

Dois desenhadores, uma atriz e um músico, contam a história sobre este menino e o avô. Um menino como todos os outros, explorador , criativo e com medo do escuro, mas também  inventor e que entende a língua dos pirilampos e sabe que entre eles há os que não se deixam apanhar; os sábios “pirivelhos” que, além de precavidos, são bons contadores de histórias, tal como Ondjaki e António Jorge Gonçalves.

Um espetáculo que é um sonho “sonhado” em palavras, imagens e sons, num palco coberto por uma escuridão assustadora e bonita.